Réveillon em Portugal é no frio, de roupa escura e com ‘panelaço’

Por Giuliana Miranda

No Brasil, a comemoração do Ano-Novo é quase sempre sinônimo de uma multidão de branco aproveitando o calor do verão nas praias. Em Portugal, a coisa é um tanto diferente.

Réveillon na Madeira é o mais famoso de Portugal
Réveillon na Madeira é o mais famoso de Portugal | Crédito: Visit Madeira/Flickr

1. Faz um frio danado

Estamos em pleno inverno. Embora em Lisboa a temperatura neste ano não esteja tão baixa quanto no mesmo período de anos anteriores, tem feito muito frio em outras partes do país, sobretudo no Norte e nas proximidades da serra da Estrela.

2. Todo mundo usa roupa escura

Em países em que faz muito frio, as roupas brancas e mais claras costumam “sumir” no frio. Não tem jeito: a maior parte das roupas de inverno é preta, azul marinho ou em tons mais escuros. No Ano-Novo, os portugueses continuam usando as cores da estação. E ninguém acha que vai ter mais azar durante o ano por causa disso.

3. Tem uva-passa

Nem tudo é assim tão diferente. A tradição de comer uva-passa nas festividades do fim de ano chegou ao Brasil com os portugueses, que têm uma ampla e famosa tradição de produzir vinho. Então, é natural que ela ainda permaneça por aqui.

Os mais supersticiosos costumam comer 12 uvas —uma para cada mês do ano— enquanto fazem 12 pedidos.

4. Calcinha azul

Enquanto no Brasil os mais supersticiosos podem manifestar seus objetivos para o próximo ano em uma variedade de cores na roupa íntima, em Portugal a tradição é usar uma calcinha azul.

Segundo a superstição, quem passa a virada com uma lingerie azul tem sorte no ano seguinte. Vale qualquer tom da cor, mas é importante que a peça seja nova.

5. Tem ‘panelaço’

Fazer barulho batendo panelas e louças logo depois da meia-noite é uma tradição principalmente do Sul do país entre as pessoas mais velhas, mas tem sido um pouco abandonada pelos jovens. O “panelaço”tem o objetivo de afastar os maus espíritos e o que houve de ruim no ano anterior,.

6. Ilha da Madeira é a ‘Copacabana’ daqui

Várias cidades têm queimas de fogos e atrações culturais para comemorar a passagem de ano —em Lisboa, as comemorações se concentram na Praça do Comércio, no centro histórico, e no Parque das Nações. A celebração mais famosa do país, no entanto, acontece fora do continente, na Ilha da Madeira.

Terra natal do jogador de futebol Cristiano Ronaldo, que tem até uma estátua por lá, os fogos-de-artifício da Madeira são famosos em Portugal e na Europa. Além do clima mais quente e das belas praias, os madeirenses são famosos pela receptividade.

Há várias atrações e diversos pontos de queima de fogos espalhados pela capital, Funchal.

****

Aproveito para desejar aos queridos leitores do Ora Pois um feliz Ano-Novo. Ou melhor, um BOM ANO, como é mais comum se dizer por aqui.

Obrigada pela companhia e pelos comentários. Até 2016!

****

Ora Pois no Facebook

Já conhece a página do Ora Pois no Facebook?

Faça uma visitinha e fique sempre por dentro das atualizações do blog.