Arte portuguesa ‘invade’ São Paulo

Por Giuliana Miranda

São Paulo vive uma verdadeira invasão de artistas portugueses em setembro: quase 300 de obras de cerca de 50 autores estão expostas na cidade.

Duas novas exposições e uma participação de peso na Bienal –é a maior delegação estrangeira no evento– levam para a capital paulista o que há mais representativo na arte contemporânea de Portugal.

Há exemplares para todos os gostos, desde pintura e ilustrações até grandes instalações e obras audiovisuais.

Para marcar o momento, o ministro da Cultura de Portugal, Luís Filipe Castro Mendes, e o primeiro-ministro, António Costa, estiveram em São Paulo para conferir de perto o intercâmbio artístico.

“É uma participação inédita [de tantos artistas portugueses]. Temos muito interesse em  mostrar a arte de Portugal aos brasileiros”, afirmou o ministro, em conversa com jornalistas.

GRANDES NOMES

As obras expostas em São Paulo apresentam novos talentos da arte portuguesa, mas também trazem ao Brasil grandes nomes do cenário de Portugal.

A megaexposição “Portugal Portugueses – Arte Contemporânea” é considerada a maior do gênero já apresentada e traz nomes de peso como Paula Rego e Joana Vasconcelos.

Em cartaz no Museu Afro Brasil, no Ibirapuera, a mostra reúne pinturas, esculturas, fotografias e instalações que traçam um panorama completo da arte lusitana contemporânea.

Um dos destaques da exposição é a instalação  “Coração Independente Vermelho”, de Joana Vasconcelos.

Trata-se de uma interpretação de um dos mais icônicos símbolos de Portugal: o coração de Viana, associado à cidade de Viana do Castelo e a um culto religioso.

Instalação “Coração Independente Vermelho”, de Joana Vasconcelos | imagem: Divulgação
Instalação “Coração Independente Vermelho”, de Joana Vasconcelos | Imagem: Divulgação

“Por muitas razões, a arte portuguesa tem um leque enorme de situações que nos comove, porque nele existem resquícios da África, do Brasil e, naturalmente, do próprio Portugal”, avalia o curador da mostra, Emanoel Araujo, no texto de apresentação.

BIENAL

Os portugueses são o maior contingente estrangeiro nesta edição da bienal de artes de São Paulo. Participam Carla Filipe, Gabriel Abrantes, Grada Kilomba, Lourdes Castro e Priscila Fernandes.

Lourdes Castro é um nome já consagrada da arte portuguesa e seu trabalho influenciou significativamente as novas gerações. Natural da ilha da Madeira, ela participa da bienal com dois trabalhos: a instalação “Un Autre Livre Rouge” e a série de desenhos “Sombras aà volta de um centro”.

A instalação faz parte de um trabalho iniciado há quase quarenta anos em parceria com seu marido, o também artista Manuel Zimbro (1944-2003). Durante mais de duas décadas, a dupla coletou materiais vermelhos, entre objetos e capas de livros e revistas. O nome do traballho –que em tradução livre significa um outro livro vermelho– é uma referência ao “Livro Vermelho” de Mao Tsé Tung.

Parte da instalação "Un Autre Livre Rouge", de Lourdes Castro
Parte da instalação “Un Autre Livre Rouge”, de Lourdes Castro

 Há uma grande referência à história da arte brasileira, com a obra “Desvio para o Vermelho” de Cildo Meireles.

Paralelamente, o Consulado de Portugal em São Paulo organiza a exposição “O futuro será uma réplica” , que reúne trabalhos dos mesmos artistas que estão na bienal, mas com obras ligadas a outros temas.

SERVIÇO

Portugal Portugueses – Arte Contemporânea
9 de setembro a 8 de janeiro de 2017
Museu Afro Brasil
Av. Pedro Álvares Cabral, s/n
Parque Ibirapuera – Portão 10
São Paulo / SP – 04094 050
Fone: 55 11 3320-8900
Terça-feira a domingo, das 10h às 17h com permanência até as 18h

32ª Bienal de São Paulo – Incerteza viva
10 de setembro a 11 de dezembro de 2016
Pavilhão da Bienal – Parque do Ibirapuera, Portão 3
São Paulo / SP
das 9h às 19h

O Futuro será uma Réplica
7 de setembro a 11 de dezembro de 2016
Consulado Geral de Portugal em São Paulo
Rua Canadá, 324
São Paulo/SP
Segunda a sábado, das 10h às 18h

 

****

Mais Ora Pois!

Já conhece a página do Ora Pois no Facebook? Faça uma visitinha e fique sempre por dentro das atualizações.

O blog também está no Instagram: @orapoisblog. Por lá você encontra belas imagens e muitas dicas de Portugal.