Portugal bate recorde diário de novos casos de Covid-19

Pelo terceiro dia consecutivo, Portugal registrou mais de mil novos casos de Covid-19. Neste sábado (10), a quantidade de novas infecções foi a mais elevada desde o início da pandemia, com 1.646 pessoas com o novo corona vírus.

Com os casos predominando na população mais jovem e com menos fatores de risco, o número de morte permanece relativamente baixo: foram 5 nas últimas 24 horas.

No total, Portugal contabiliza 85.574 pessoas infectadas e 2.067 mortes pela Covid-19.

As autoridades de saúde chamaram a atenção para o fato de 67% das novas infecções terem acontecido em eventos de confraternização, como batizados e bodas.

A directora-geral da Saúde, Graça Freitas, pediu que as famílias portuguesas  não realizem eventos de convivência “nesta fase em que há transmissão crescente na comunidade”.

A ministra da Saúde de Portugal, Marta Temido, destacou o aumento continuado da capacidade de testagem do país.

“Passamos de uma média de 2.500 testes por dia em março para 19.600 testes por dia neste mês de outubro”, afirmou.

GOVERNO

O primeiro-ministro de Portugal, o socialista António Costa, apelou à responsabilidade individual dos cidadãos para frear o avanço do vírus.

Mais uma vez, o chefe de governo afirmou que o país não tem condições para suportar um segundo confinamento.

“Creio que temos todos consciência de que a sociedade, as famílias, as empresas não podem voltar a suportar o custo de uma paragem global como aquela que tivemos nos princípios desta pandemia. Os custos para o emprego são brutais, já temos mais de 100 mil desempregados, temos milhares de famílias com perdas de rendimentos e isto é um custo social imenso”, afirmou.

“Por isso, temos de conseguir contornar a pandemia, agora, com novas armas, não pode é ser parar outra vez tudo. Essas novas armas têm de ser a responsabilidade pessoal de cada um de nós”, completou.